Caracterização do tecido ósseo reparacional frente à associação de terapia sistêmica com risedronato de sódio associado ou não a suplementação de Cálcio e Vitamina D e terapia local com vitamina K em ratas com deficiência de estrógeno

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-02-17

Autores

Moura, Juliana de [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O estudo tem como objetivo caracterizar o tecido ósseo em processo de reparação ao redor de implantes funcionalizados com vitamina K, associado ou não a terapia de risedronato sistêmico em ratas com deficiência de estrógeno. Materiais e métodos: 54 ratas foram divididas em seis grupos experimentais: SHAM: cirurgia fictícia, SHAM (VIT K) cirurgia fictícia com a funcionalização do implante com a vitamina K, OVX: cirurgia de ovariectomia, OVX (VIT K) ovariectomia com a funcionalização do implante com a vitamina K, OVX/RIS: ovariectomia e o tratamento com risedronato, OVX/RIS (VIT K) ovariectomia tratadas com risedronato e funcionalizadas com a vitamina K. Passados 30 dias da indução à osteoporose, as ratas foram submetidas ao tratamento medicamentoso com risedronato (0,35 Mg/kg/dia, semanalmente). Após 30 dias, os animais receberam os implantes funcionalizados com vitamina K na metáfise tibial para a avaliação biomecânica do reparo ósseo periimplantar. A eutanásia ocorreu 28 dias após a cirurgia de instalação dos implantes. No momento da eutanásia dos animais, serão submetidos à análise biomecânica (torque de remoção). Os dados quantitativos foram submetidos à curva de normalidade para a definição de um teste paramétrico ou não paramétrico, considerando o nível de significância de 5%. De acordo com os dados apresentados os grupos SHAM VIT K e OVX RIS VIT K obtiveram maiores valores, houve diferença estatística significante entre os grupos SHAM VIT K e OVX VIT K e os grupos OVX VIT K e OVX RIS VIT K. O tratamento de superfície do implante com a vitamina K e o tratamento sistêmico com risedronato sódico melhorou a biomecânica óssea de implantes instalados em tíbia de ratas com deficiência de estrógeno.
This study aims to characterize the bone tissue repair process around implants functionalized with vitamin K, associated or not with systemic risedronate therapy in rats with estrogen deficiency. Materials and methods: 54 rats were divided into six experimental groups: SHAM: sham surgery, SHAM (VIT K) sham surgery with functionalization of the implant with vitamin K, OVX: ovariectomy surgery, OVX (VIT K) ovariectomy with functionalization of the implant with vitamin K, OVX/RIS: ovariectomy and risedronate treatment, OVX/RIS (VIT K) ovariectomy treated with risedronate and functionalized with vitamin K. After 30 days of osteoporosis induction, the rats were subjected to drug treatment with risedronate (0.35 Mg/kg/day, weekly). After 30 days, the animals received vitamin K functionalized implants in the tibial metaphysis for biomechanical evaluation of the periimplant bone repair. Euthanasia occurred 28 days after implant installation surgery. At the moment of the animals' euthanasia, they will be submitted to biomechanical analysis (removal torque). The quantitative data were submitted to the normality curve for the definition of a parametric or non-parametric test, considering the significance level of 5%. According to the data presented SHAM VIT K and OVX RIS VIT K groups obtained higher values, there was a statistically significant difference between SHAM VIT K and OVX VIT K groups and OVX VIT K and OVX RIS VIT K groups. Surface treatment of the implant with vitamin K and systemic treatment with risedronate sodium improved the bone biomechanics of implants installed in tibiae of estrogen-deficient rats.

Descrição

Palavras-chave

Osteoporose, Ácido risedrônico, Implantes dentários, Osteoporosis

Como citar