Estudo clínico e histopatológico da mucosa palatina em pacientes não usuários de prótese e em usuários de prótese com câmara de sucção

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2005-12-09
Autores
Castro, Eni Vaz Franco Lima de [UNESP]
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Resumo
Considerando-se a significativa importância do melhor conhecimento acerca das lesões de maior ocorrência no cotidiano do cirurgião-dentista, justifica-se o estudo das hiperplasias fibrosas inflamatórias em geral, especialmente aquelas de inter-relacionamento com a atuação direta do profissional, como as hiperplasias protéticas. No presente estudo, foram observados os aspectos clínicos e microscópicos da mucosa palatina em pacientes não usuários e usuários de prótese, com a finalidade de se identificar a possibilidade de direta relação entre lesão e suposto agente causal. No sentido de se tentar realizar um estudo mais abrangente e com resultados mais confiáveis, o presente trabalho foi desenvolvido em dois capítulos distintos, analisando-se inicialmente a mucosa palatina clinicamente normal de trinta pacientes usuários e não usuários de prótese total superior, observando-se que a presença de hiperplasia no epitélio de revestimento da mucosa palatina é um achado constante, tanto em usuários como em não usuários de prótese, sendo que a ausência de alterações clínicas nem sempre reflete a mesma normalidade ao exame histopatológico, sem uma relação de dependência entre inflamação e presença de hiperplasia epitelial e vice versa, em ambos os grupos. No segundo capítulo, foram estudados vinte e três pacientes com hiperplasia fibrosa palatina por câmara de sucção, antes e após tratamento compressivo, observando-se que lesões hiperplásicas podem não apresentar um quadro inflamatório crônico, sugerindo que o preenchimento gradativo da área de câmara de sucção é uma opção terapêutica de valor para esses casos.
Being considered the significant importance of the best knowledge concerning the lesions of larger occurrence in the routine of Surgeon Dentist, it is justified the study of the inflammatory fibrous hyperplasias in general, especially those of inter-relationship with the professional's direct performance, as the prosthetic hyperplasias. In the present study, the clinical and microscopic aspects of the palatine mucous membrane were observed in patients wearing or not total prosthesis, with the purpose of identifying the possibility of direct relationship between lesion and supposed causal agent. As an examining to try to accomplish a broader study with more reliable results, the present work was developed in two different chapters, being analyzed the clinically normal palatine mucous membrane of thirty patients initially wearing and not wearing of upper complete denture, being observed that the presence of hyperplasia in the epithelium coating of palatine mucous membrane is a constant discovery, as in wearing as in not prosthesis wearing individuals, and the absence of clinical alterations not always it reflects the same normality to the histopathologic exam, without a dependence relationship between inflammation and presence of epithelial hyperplasia and vice-versa, so much in wearing as in not prosthesis wearing. In the second chapter, twenty-three patients with palatine fibrous hyperplasia for suction chamber were studied, before and after treatment by use of tissue conditioning. It was observed that hyperplasic lesions cannot present a chronic inflammatory picture, suggesting that the gradual completion of the area of suction chamber is an important therapeutic option for those cases.
Descrição
Palavras-chave
Hiperplasia, Palato, Protese dentaria completa, Prótese total, Hyperplasia, Palate, Complete dentures
Como citar
CASTRO, Eni Vaz Franco Lima de. Estudo clínico e histopatológico da mucosa palatina em pacientes não usuários de prótese e em usuários de prótese com câmara de sucção. 2005. 97 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2005.