Avaliação do potencial anticâncer de próstata da curcumina encapsulada em nanopartículas poliméricas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-12-11

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A próstata é uma glândula exclusiva do sistema genital masculino e é a causa do segundo maior tipo de câncer que acomete a população masculina brasileira. O tratamento comum para esse tipo de enfermidade, além da abordagem cirúrgica, é o uso de quimioterápicos, a fim de impedir o crescimento e propagação da doença para os demais órgãos do corpo. No entanto, essa terapêutica é acompanhada de diversos efeitos adversos para os pacientes, o que torna o processo de combate à doença desgastante e doloroso. Dessa forma, a nanotecnologia é uma abordagem que pode ser utilizada a fim de minimizar as possíveis consequências desses tratamentos. A curcumina é o polifenol que é encontrado na raiz tuberosa da Curcuma longa e utilizado na culinária há muitos anos. Muitos estudos já indicaram propriedades terapêuticas provenientes desse pigmento fenólico, tais como antioxidante potente, anti-inflamatória, anti-HIV, antimicrobiana e antitumoral. Contudo, sua utilização pode ser restringida devido à sua baixa solubilidade em água, baixa biodisponibilidade e rápida metabolização e eliminação. Deste modo, o seguinte trabalho visou avaliar o potencial anticâncer da curcumina encapsulada em nanopartículas poliméricas (NC). As nanopartículas desenvolvidas foram caracterizadas em termos de tamanho de partícula, obtendo valor de 249,1 nm, índice de polidispersibilidade (PDI) de 0,263 e potencial zeta de -25,9 mV, avaliando sua estabilidade durante 90 dias no qual apresentou tamanho de partícula de 267,8 nm, PDI de 0,293 e potencial zeta de -29,8 mV, analisados por Dynamic Light Scattering (DLS). Além disso, a NC apresentou 75,55% eficácia de encapsulação, 50% de liberação in vitro em 72 horas em meio PBS (pH 7,4) contendo 1% de Tween 80. No ensaio de citotoxicidade, apresentou viabilidade celular nas células de câncer de próstata DU145 de 60% a 40 µg/mL. Já em casos de células saudáveis de linhagem PNT-2, na mesma concentração a viabilidade celular foi de aproximadamente 91%. Dessa forma, foi possível constatar que a curcumina encapsulada em nanopartículas poliméricas possui alto índice atividade citotóxica frente a linhagem de câncer de próstata DU145 e sua atuação perante células saudáveis de linhagem PNT-2 apresenta alto grau de tolerância. Logo, a partir do aprimoramento do estudo, além de sua continuidade, os resultados encontrados são promissores quanto à descoberta de um novo tratamento alternativo para o câncer de próstata.
The prostate is an exclusive genital masculine system gland, and it is the cause of the second most common type of cancer that impacts Brazilian masculine population. The typical treatment to this disease, besides surgical approach, is the use of chemotherapy to avoid the growth and propagation of the tumor towards other organs of the human body. Nevertheless, this therapeutic treatment comes with a diverse kind of side effects for the patient, a fact that makes the process of combating the disease somewhat exhausting and painful. Because of that, nanotechnology is an alternative to be used as a form to minimize the possible consequences of the treatment. Curcumin is the polyphenol found at the tuberous root of Curcuma longa and it is used in the culinary for a lot of years. Studies had shown the therapeutic properties of this phenolic pigment, such as a potent antioxidant, anti-inflammatory, anti-HIV, antimicrobial and antitumor. Nonetheless, its use may be restricted due to its low water solubility, low bioavailability, and rapid metabolism and elimination. Thus, the following work aimed to evaluate the anticancer potential of curcumin encapsulated in polymeric nanoparticles (NC). The developed nanoparticles were characterized in terms of particle size, obtaining a value of 249,1 nm and polydispersion index (PDI) of 0,263 and zeta potential of -25,9 mV, in addition to evaluating their stability for 90 days with 267,8 nm, PDI of 0,293 and potential -29,8 mV zeta, analyzed by the Dynamic Light Scattering (DLS). In addition, NC showed 75,55% encapsulation efficacy and 50% in vitro release in 72 hours in PBS (pH 7.4) and 1% Tween 80 and and reduced cell viability in DU145 prostate cancer cells in 60% at 40 µg/mL. In cases of healthy cells of the PNT-2 lineage, at the same concentration, cell viability was approximately 91%. Thus, it was possible to verify that the encapsulating curcumin have high index of cytotoxic activity against the DU145 prostate cancer cell line and its performance against healthy cells from PNT-2 showed a high indicator of tolerance. Therefore, from the improvement of the study, in addition to its continuity, the results found are promising in terms of the discovery of a new alternative treatment for prostate cancer.

Descrição

Palavras-chave

Nanopartículas, Curcumina, Câncer de próstata, Nanoparticles, Curcumin, Prostate cancer

Como citar

MARQUES, Ana Carolina Forjaz. Avaliação do potencial anticâncer de próstata da curcumina encapsulada em nanopartículas poliméricas. Orientador: Marlus Chorilli. 2024. 42 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2023.