Nutrição foliar do arroz de terras altas inoculado com bactérias promotoras de crescimento e aplicação de nitrogênio

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-03-14

Autores

Garieri, Danielle de Oliveira

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A adoção de práticas como o uso de inoculação com bactérias promotoras de crescimento de plantas associada à redução da dose recomendada de nitrogênio em culturas anuais são fundamentais na busca de sustentabilidade econômica e ambiental nos diversos sistemas de produção diante do contexto da agricultura tropical da atualidade. Assim, o objetivo desta pesquisa foi avaliar os efeitos da inoculação com bactérias promotoras de crescimento associado à redução da dose recomendada de nitrogênio (N) no estado nutricional e na produtividade de grãos do arroz de terras altas. O projeto de pesquisa foi desenvolvido a campo durante o período de novembro de 2021 à março de 2022, na FCAT Unesp de Dracena, SP. O delineamento experimental foi em blocos casualizados constituído de cinco tratamentos e seis repetições. Tratamentos: 1) controle absoluto (0% de N em cobertura e sem inoculação); 2) 50% de N em cobertura e não inoculado; 3) 100% de N em cobertura e não inoculado; 4) 50% de N em cobertura + inoculação via semente com Azospirillum brasilense (150 g para cada 40 kg sementes) + solução açucarada (3 ml kg-1 de semente da solução); 5) 50% de N em cobertura + inoculação via semente com biológico A (150 g para cada 40 kg sementes) + solução adesiva (3 ml kg-1 de semente da solução). A dose recomendada de 100% de N em cobertura foi de 80 kg ha-1 de N. Foi avaliado na cultura do arroz de terras altas a concentração foliar de N, P, K, Ca, Mg e S e a produtividade de grãos. A partir dos resultados, pode-se dizer que se obteve o melhor resultado de concentração foliar de N foi no tratamento 5, porém semelhante aos tratamentos 2 e 3, onde o tratamento 3 se destaca em números na maior produtividade de grãos. Observa-se que as bactérias não foram eficientes quanto ao esperado.
The adoption of practices such as the use of inoculation with plant growth- promoting bacteria associated with the reduction of the recommended dose of nitrogen in annual crops are fundamental in the search for economic and environmental sustainability in the various production systems in the context of today's tropical agriculture. Thus, the objective of this research will be to evaluate the effects of inoculation with growth-promoting bacteria associated with the reduction of the recommended dose of nitrogen (N) on nutritional status and grain yield of upland rice. The research project will be developed in the field during the period from November 2021 to March 2022, in the municipality of Dracena, SP, belonging to the Nova Alta Paulista region, in a typical dystrophic Red Argisol with a sandy texture. The experimental design will be in randomized blocks consisting of five treatments and six replications. The treatments will consist of: 1) absolute control (0% N in coverage and without inoculation); 2) 50% N in coverage and not inoculated; 3) 100% N in coverage and not inoculated; 4) 50% N in coverage + inoculation via seed with Azospirillum brasilense (150 g for every 40 kg of seeds) + sugar solution (3 ml kg-1 of seed solution); 5) 50% N in coverage + inoculation via seed with biological A (150 g for every 40 kg of seeds) + adhesive solution (3 ml kg-1 of seed solution). The recommended dose of 100% N in topdressing will be 80 kg ha-1 of N. The foliar concentration of N, P, K, Ca, Mg and S and grain yield will be evaluated in upland rice. From the results, ir can be said that the bast result of foliar N concentration was obtained ninguém treatment 5, but similar to treatments 2 and 3, where treatment 3 stands out in numbers in the righest grain yield. Note that the bacteria were not efficient as expected.

Descrição

Palavras-chave

Oryza sativa L, Azospirillum brasilense, Bactérias, Diazotróficas, Nutrição de plantas, Plant growth-promoting bacteria, Nitrogen dose

Como citar