Elastografia Acoustic Radiation Force Impulse (ARFI) dos tecidos hepático e esplênico de pacientes caninos afetados pela síndrome braquicefálica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-07-30

Autores

Facin, Andréia Coutinho [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O presente estudo teve como objetivo avaliar a rigidez tecidual de fígado e baço de cães braquicefálicos e sua correlação com a síndrome braquicefálica. A metodologia foi realizada com base em elastografia ARFI com utilização do aparelho ACUSON S2000/SIEMENS, com transdutores multifrequenciais convexo e linear, e softwares específicos. Foram selecionados 48 pacientes braquicefálicos e 22 controles mesocefálicos, com idade entre um a seis anos e faixa de peso delimitada. As raças braquicefálicas apresentaram rigidez hepática (lobos mediais: 1.52 m/s ± 0.36; lobo esquerdo lateral: 1.47 m/s ± 0.47; lobo direito lateral: 1.20 m/s ± 0.29 e lobo caudado: 1.23 m/s ± 0.39) e esplênica (2.51 m/s ± 0.45) significativamente maior do que cães mesocefálicos (Fígado: lobos mediais: 0.96 m/s ± 0.10, lobo esquerdo lateral: 0.93 m/s ± 0.11, lobo direito lateral: 0.74 m/s ± 0.08, lobo caudado: 0.76 m/s ± 0.10; baço: 2.29 m/s ± 0.34) pela análise de variâncias ANOVA. Análise dos componentes principais fora realizada, na qual dois componentes (velocidades de cisalhamento do lobo esquerdo lateral, lobos mediais e lobo caudado versus hemoglobina, hematócrito, eritrócitos e ALT) explicaram 70% das variações obtidas entre os grupos. Cães braquicefálicos apresentaram maior rigidez de parênquima hepático e esplênico avaliado por elastografia ARFI quando comparados a cães mesocefálicos.
The present study aimed to evaluate the hepatic and spleen stiffness of brachycephalic dogs and its correlation with the brachycephalic syndrome. The tissue elasticity was evaluated by ARFI (Acoustic radiation force impulse) elastography, with convex and linear multifrequential transducers and specific software. Forty-eight brachycephalic and 22 mesocephalic dogs, with an age range between one to six years old and weight range also pre-define. The brachycephalic breeds showed values of liver stiffness (medial lobes: 1.52 m/s ± 0.36; left lateral lobe: 1.47 m/s ± 0.47; right lateral lobe: 1.20 m/s ± 0.29 and caudate lobe: 1.23 m/s ± 0.39) and spleen stiffness (2.51 m/s ± 0.45) significantly higher than the mesocephalic dogs (Liver: medial lobes: 0.96 m/s ± 0.10, left lateral lobe: 0.93 m/s ± 0.11, right lateral lobe: 0.74 m/s ± 0.08, caudate lobe: 0.76 m/s ± 0.10; spleen: 2.29 m/s ± 0.34) by the analyses of variances ANOVA. A principal component analysis was performed in which two components (shear wave velocities of the left lateral, medial and caudate lobes versus hemoglobin, hematocrit erythrocytes and ALT) explained 70% of the variances between the groups. Brachycephalic dogs had higher spleen and liver stiffness when compared with mesocephalic dogs.

Descrição

Palavras-chave

Apneia do sono, Braquicefalia, Cão, Fibrose hepática, Rigidez hepática

Como citar