Show simple item record

dc.contributor.authorRocha, Cláudia Solano [UNESP]
dc.contributor.authorMoreira, Raquel Regina Duarte [UNESP]
dc.contributor.authorSacramento, Luís Vitor Silva do [UNESP]
dc.date.accessioned2017-01-18T18:11:47Z
dc.date.available2017-01-18T18:11:47Z
dc.date.issued2003
dc.identifierhttp://proex.reitoria.unesp.br/congressos/Congressos/2__Congresso/Meio_Ambiente/e7.htm
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/148464
dc.description.abstractIntrodução: Atualmente, é importante que assuntos relacionados ao meio ambiente e saúde pública sejam discutidos nas escolas públicas do Ensino Fundamental. Através de projetos envolvendo esses temas, espera-se incentivar o trabalho coletivo e a cooperação entre os próprios alunos, estes e o professor, entre a escola e a comunidade e também sensibilizar e mostrar a todos os setores da sociedade a necessidade de se posicionar pela preservação da natureza e de defender a importância desta na qualidade de vida. Objetivos: Conscientizar alunos de 1a e 2a séries do Ensino de Fundamental quanto a importância do papel do ser humano dentro do ambiente em que vive, envolvendo assuntos que estejam relacionados com cultivo de espécies medicinais e hortícolas, as quais são utilizadas como matéria-prima vegetal para produção de medicamentos fitoterápicos, inserindo desta forma, a Educação Ambiental e de Saúde na rotina escolar. Métodos: Serão abordados conceitos básicos de Saúde Pública e de reciclagem e reutilização de materiais de difícil decomposição no ambiente, bem como de compostagem material orgânico.Os conceitos a serem desenvolvidos deverão respeitar o nível de entendimento intelectual dos expectadores, inserindo os assuntos de forma explícita através de palestras, cartilhas, estudos dirigidos, técnicas teatrais, montagem e manutenção de canteiros de plantas medicinais na escola e apresentação de vídeos e murais elaborados pelos alunos. Através das atividades desenvolvidas, do envolvimento, da participação e da compreensão dos assuntos trabalhados (conduzindo o aluno a uma reflexão e posicionamento após cada etapa apresentada), será possível avaliar se o nível de conscientização ambiental e de Saúde Pública foi realmente atingido. Resultados: Espera-se com este Projeto que a Educação Ambiental e de Saúde Pública sejam gradativamente inseridas na rotina escolar, o que considera-se necessário para o desenvolvimento de uma consciência ambientalista, tornando as crianças partícipes da luta de preservação de espécies vegetais, sobretudo medicinais e também na construção de uma vida saudável.pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.relation.ispartofCongresso de Extensão Universitária
dc.sourcePROEX
dc.titleEducação ambiental e saúde pública no ensino fundamentalpt
dc.typeResumo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Departamento de Princípios Ativos Naturais e Toxicologia, Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Departamento de Princípios Ativos Naturais e Toxicologia, Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Araraquarapt
dc.identifier.lattes1493338692663672
unesp.departmentPrincípios Ativos Naturais e Toxicologia - FCFARpt
unesp.author.lattes1493338692663672
Localize o texto completo

Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record