Por trás das comportas: formação, inundação e emersão de Rubinéia (SP)

dc.contributor.advisorGhirardello, Nilson [UNESP]
dc.contributor.authorStafusa, Vitor Mendes
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2022-10-03T14:05:28Z
dc.date.available2022-10-03T14:05:28Z
dc.date.issued2022-09-15
dc.description.abstractRubinéia, localizada na fronteira dos Estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, no Extremo Noroeste Paulista e às margens do rio Paraná, teve sua sede inundada intencionalmente em 1973, para que fosse formada a represa da Usina Hidrelétrica (UHE) de Ilha Solteira. Após ter um terço de seu território tomado pelas águas, foi construída uma nova sede nas proximidades, assim, a cidade persiste até hoje, mas com configuração urbana diversa da inicial. Portanto, esta dissertação averiguou a história urbana das duas “Rubinéias” (velha e nova) e sua relação com a represa da UHE de Ilha Solteira, nos momentos anterior e posterior à inundação. Em relação à metodologia, o estudo foi desenvolvido qualitativamente e exigiu densa análise textual, iconográfica e cartográfica, particularmente, em fontes primárias coletadas em arquivos públicos e privados da região e da capital do Estado. Na literatura acadêmica, pouco se observou acerca desse processo, sendo que, o conteúdo disponível é, frequentemente, focado nos aspectos ambientais ou sociais e, até o momento, não existem pesquisas que versam sobre o estudo urbano. Em vista disso, a dissertação analisou Rubinéia sob a ótica da história urbana, de modo a entender as duas morfologias da cidade. Para tal, foram levantados os condicionantes que podem ter corroborado para o estabelecimento de Rubinéia dentro da referida zona do Estado – foi possível verificar que Rubinéia pode ter se beneficiado do sucesso da cidade ao lado, Santa Fé do Sul, além das infraestruturas de transporte presentes do local, como o Porto Taboado, a Estrada de Ferro Araraquara e a Rodovia Euclides da Cunha – responsáveis por impulsionar o desenvolvimento da cidade. Também foi observado a importante relação de Rubinéia com o rio Paraná – nesse momento inicial, a bacia subsidiou a cidade com o abastecimento de água para consumo, produção agrícola e de argila, além de favorecê-la com a pesca e lazer. Ainda, foi feita a reconstituição da malha e paisagem urbana da antiga Rubinéia por meio de fontes documentais. Para a questão da inundação, o extenso acervo jornalístico levantado permitiu rastrear todo o processo de submersão da cidade – constatou-se que a CESP não apoiou a construção da nova sede, as indenizações foram insuficientes e tardias, além de acompanhar a insatisfação dos impactados sobre o “progresso” da UHE. Por fim, foi feita análise a situação recente da nova Rubinéia. Foi observado que, ironicamente, o rio que afogou a urbe, também a direcionou para o setor que a manteria viva – o turismo. Nos últimos anos, há intensa expansão urbana para a região periférica da cidade – os novos loteamentos visam aproveitar o potencial turístico do rio. Por fim, espera-se que a dissertação possa dar conhecimento geral para a história urbana de ambas “Rubinéias”, principalmente, reconstituir e rememorar a velha Rubinéia, além de construir nova ótica a respeito da inundação intencional de cidades por UHEs.pt
dc.description.abstractRubinéia, located on the border of the States of São Paulo, Mato Grosso do Sul and Minas Gerais, in the extreme northwest of São Paulo and on the banks of the Paraná River, had its urban center intentionally flooded in 1973, so that the dam of Ilha Solteira Hydroelectric Power Plant (HPP) was built. After having a third of its territory taken by the waters, a new urban center was built nearby, thus, the city persists until today, but with a different urban configuration from the initial one. Therefore, this dissertation investigated the urban history of the two “Rubinéias” (the old and new one) and their relationship with the dam of the Ilha Solteira HPP, before and after the flood. Regarding the methodology, the study was developed qualitatively and required a dense textual, iconographic and cartographic analysis, particularly in primary sources collected in public and private archives in the region and in the state capital. In the academic literature, little has been observed about this process, and the available content is often focused on environmental or social aspects and, so far, there is no research that deals with the urban analysis. Therefore, the dissertation analyzed Rubinéia from the perspective of urban history, to understand the two morphologies of the city. For that, we listed the conditions that may have corroborated the establishment of Rubinéia within the aforementioned zone of the State – we verified Rubinéia may have benefited from the success of a near city, Santa Fé do Sul, in addition to the present transport infrastructures, such as Taboado Harbor, Araraquara Railway and Euclides da Cunha Highway – responsible for boosting the city development. We also observed the important relationship between Rubinéia and Paraná River– at this initial moment, the river subsidized the city with the supply of water for consumption, agricultural and clay production, in addition to favoring it with fishing and leisure. Also, we made the reconstitution of the urban landscape and grid of the old Rubinéia through documentary sources. Regarding to the flooding, the extensive journalistic collection gathered allowed the tracking of the entire process of the city submersion – We noticed that CESP may not have supported the construction of the new urban center, also, the indemnities were insufficient and overdue and the dissatisfaction of the impacted people on the “progress” of the HPP. Finally, the recent situation of new Rubinéia was analyzed. We observed that, ironically, the river that drowned the city, also directed it to the sector that would keep it alive – tourism. In recent years, there has been intense urban expansion towards the peripheral region of the city – the new allotments aim to take advantage of the tourist potential of the river. Finally, it is expected that the dissertation can disseminate the urban history of both "Rubinéias", and reconstitute and recall the old Rubinéia, in addition to creating a new perspective regarding the intentional flooding of cities by HPPs.en
dc.identifier.capes33004056090P3
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/236787
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso restrito
dc.subjectRubinéia (SP)pt
dc.subjectFormação urbanapt
dc.subjectNoroeste paulistapt
dc.subjectEstrada de Ferro Araraquara (EFA)pt
dc.subjectUsina Hidrelétrica (UHE) de Ilha Solteirapt
dc.subjectUrban formationen
dc.subjectNorthwest of the State of São Pauloen
dc.subjectAraraquara Railwayen
dc.subjectIlha Solteira Hydroelectric Power Planten
dc.titlePor trás das comportas: formação, inundação e emersão de Rubinéia (SP)pt
dc.title.alternativeBehind the floodgates: formation, flooding and emergence of Rubinéia (SP)en
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design, Baurupt
unesp.embargo24 meses após a data da defesapt
unesp.examinationboard.typeBanca restritapt
unesp.graduateProgramArquitetura e Urbanismo - FAACpt
unesp.knowledgeAreaArquitetura e urbanismopt
unesp.researchAreaTeoria, História e Projetopt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
stafusa_vm_me_bauru.par.pdf
Tamanho:
2.22 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
2.96 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: