Novas políticas docentes na formação de professores: a residência pedagógica na educação física

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Esse trabalho teve como ponto de partida fazer uma análise das contribuições do Programa Residência Pedagógica – Núcleo: Educação Física – Unesp Rio Claro na formação do residente, a partir da problemática de formar um professor reflexivo. Objetivamente buscou-se compreender se o Programa Residência Pedagógica trouxe contribuições para a reflexão e a análise da prática por meio das estratégias de formação que foram utilizadas. Metodologicamente elegeu-se como estratégia na pesquisa qualitativa, o estudo documental complementado por trabalhos de narrativa cientifica provenientes do relato de experiencia e da auto etnografia na qual o pesquisador torna-se sujeito da pesquisa, fundamentado na capacidade de expressar sua reflexibilidade. Aponta-se como aspectos significativos, as singularidades do PRP e as semelhanças com o estágio supervisionado, os instrumentos formativos de reflexão construídos a partir do portfólio, casos de ensino, análise de prática entre um vai-e-vem entre teoria e prática onde a mobilização de saberes acontece seguindo um itinerário. Para além das dicotomias entre Residência Pedagógica e Estágio Supervisionado, teoria e prática, o trabalho permitiu visualizar aspectos do exercício de uma profissionalidade docente. Portanto, há contribuições e limites do programa identificadas através da do processo de discussão, mas que se evidencia como um achado pensar a Residência Pedagógica e o Estágio Supervisionado como projetos complementares e, não, em oposição ou substituição dentro de uma perspectiva de se formar para uma profissão.

Descrição

Palavras-chave

Formação de professores, Professor reflexivo, Residência pedagógica, Educação fisica

Como citar