Acesso, segurança e uso de medicamentos por usuários

Resumo

The present study aims to identify families who have stock and are making use of medications, as well as assess the conditions of storage, security and use of these drugs. The study was conducted in a city of São Paulo, the interviews were conducted in households enrolled in one of ten units of the Estratégia de Saúde da Família (ESF) that the city provides and the sample was defined by means of stratified random sampling (134households, IC 95%). Data collection was conducted through interviews with a semistructured questionnaire during the first half of 2011. We interviewed 118 (88.0%) households, of which 112 (95.0%) had medications that were stored n insecure or inadequate places in 75.4% of households, non-prescription self-medication was a common practice in 46 (47 4%) households, and lack of identification and security of medications stored was observed in 60 (53.6%) households. Most households had stock of medicines, which were done improperly or unsecure, or have specialties with lack of identification and security, which can lead to poisoning or e ineffective therapy. The Pharmaceutical Assistance under SUS lacks social initiatives, with actions directed for medications users, which can be supplied by the presence of the pharmacist in the ESF, essential for the promotion of racional use of medicines, that, through the Pharmaceutical Care, can identify, correct and prevent possible problems related to drugs.
El estudio tuvo como objetivo identificar las familias que estaban usando medicamentos y evaluar las condiciones de almacenamiento, seguridad y uso de medicamentos. En un municipio del estado de São Paulo con diez servicios de salud de la familia, fueron entrevistados moradores de casas registradas en uno de estos servicios. La amuestra fue definida por sorteo aleatorio (134 casa, IC95%). Se realizó la colecta en un formulario con preguntas abiertas y cerradas, durante el primer semestre de 2011. Se entrevistó 118 (88%) de las casas, de estas 112 (95%), tenían medicamentos y 75,4% el almacenamiento era en lugares inseguros o inadecuados. La automedicación era una práctica común en 46 (47,4%) de las casas. En 60 (53,6%) de las casas faltaba identificación y seguridad en los medicamentos almacenados. La mayoría de las casas tenían medicamentos y su almacenamiento era inadecuado o inseguro con falta de identificación, lo que puede llevar a intoxicaciones o inefectividad terapéutica. La atención farmacéutica en el sistema único de salud, en Brasil, carece de este servicio para promoción del uso seguro de medicamentos. La presencia del farmacéutico puede contribuir para el uso racional de medicamentos como identificar, corregir y prevenir posibles problemas relacionados a medicamentos.
O presente estudo teve por objetivo identificar as famílias que apresentem estoque e façam uso de medicamentos, bem como avaliar as condições de armazenamento, segurança e uso desses medicamentos. O estudo realizou-se em um município do estado de São Paulo; as entrevistas, em domicílios cadastrados em uma das dez unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) de que o município dispõe, sendo a amostra definida por meio de sorteio aleatório estratificado (134 domicílios, IC 95%). A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas com um formulário semiestruturado, durante o primeiro semestre de 2011. Houve entrevistas em 118 (88,0%) domicílios, dos quais 112 (95,0%) possuíam medicamentos, que eram estocados em lugares inseguros ou inadequados em 75,4% deles; a automedicação sem prescrição médica era prática comum em 46 (47,4%) domicílios e falta de identificação e segurança nos medicamentos armazenados foi observada em 60 (53,6%) dos domicílios. A maioria possui estoque de medicamentos feito de forma inadequada ou insegura ou apresenta especialidades com falta de identificação e segurança, o que pode levar a intoxicações ou inefetividade terapêutica. A Assistência Farmacêutica no âmbito do SUS carece de serviços de assistência farmacêutica para os usuários de medicamentos, o que pode ser suprido pela presença do farmacêutico na ESF, essencial para a promoção do uso racional de medicamentos, já que, por meio da atenção farmacêutica pode identificar, corrigir e prevenir, possíveis problemas relacionados a medicamentos.

Descrição

Palavras-chave

Pharmaceutical assistance, Family health program, Drug utilization, Drug storage, Atención farmacéutica, Salud de la familia, Uso de medicamentos, Almacenaje de medicamentos, Assistência farmacêutica, Programa Saúde da Família, Uso de medicamentos, Armazenagem de medicamentos

Como citar

Revista Ciência em Extensão, v. 8, n. 2, p. 6-24, 2012.